[Artículo] Notas para  uma definição antropológica sobre a relação entre trabalho  e masculinidades / Hernán Palermo

[Artículo] Notas para uma definição antropológica sobre a relação entre trabalho e masculinidades / Hernán Palermo

Palermo Hernán (2018), Notas para  uma definição antropológica sobre a relação entre trabalho  e masculinidades, Trabalho (En)Cena 3 (3). Disponible en: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/encena/article/view/6242

A pergunta que guia este escrito é como se produz e reproduz a força do trabalho no modo de produção capitalista. Essa Pergunta nos vincula diretamente com as formas que desdobra o capital para adequar a força de trabalho aos seus objetivos de valorização, acumulação e reprodução. Nesse sentido, e também nesse ensaio, nos interessa abordar a forma em que o capital é dotado de valor, porém, sobretudo como esse processo entranha articulações de sentidos entre a construção da masculinidade e o trabalho. No marco desse enfoque, nos interessa dar ênfase na importância dos estudos de casos, abordagens que permitem analisar as relações de poder que se manifestam em processos sociais e culturais, assim como pensar nos sujeitos de carne e osso. Por outro lado, recuperamos diversos estudos sobre as masculinidades. A final, trazemos a análise dos estudos de casos investigados por nós: os trabalhadores petroleiros e os trabalhadores da indústria de software.